Pequenos negócios registram 3 milhões de aberturas no acumulado do ano

O número de micro e pequenas empresas no Brasil vem crescendo sobremaneira nos últimos anos, conforme mostra um novo levantamento do Sebrae.

O número de micro e pequenas empresas no Brasil vem crescendo sobremaneira nos últimos anos, conforme mostra um novo levantamento do Sebrae.

Segundo o órgão, somente os microempreendedores individuais correspondem a cerca de 80% dos CNPJ criados em 2021. Ao todo, mais de 3,9 milhões de pessoas se formalizaram empreendedoras.

Nos três primeiros trimestres de 2022, a totalidade da abertura de novos empreendimentos nos três portes – Microempreendedor Individual – MEI, microempresa – ME e empresa de pequeno porte – EPP – chegou a aproximadamente 3 milhões registros. Os dados fazem parte de levantamento do Sebrae.

No acumulado dos meses de janeiro, fevereiro e março, foram gerados mais de 823.8 mil MEI, 165.380 microempresas e 30.697 empresas de pequeno porte – totalizando 1.019.887 novos CNPJs. Já o segundo trimestre de 2022 contabilizou menos cadastros de MEI (776.567), mas ultrapassou o volume de ME (aproximadamente 168,8 mil) e de EPP (32.795), o que culminou em 978.188 empreendimentos ao fim do período.

Situação semelhante ocorreu no somatório de julho, agosto e setembro, quando a quantidade de novos MEI se manteve um pouco abaixo do primeiro trimestre do ano (mais de 752 mil), porém, os registros de ME (superior a 182,6 mil) e EPP (34.593) equilibraram o comparativo e o montante final ficou em 969.493.

De acordo com o presidente do Sebrae, Carlos Melles, os números mostram um crescimento estável e contínuo na quantidade de microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas – fator essencial para o desenvolvimento econômico do País, e consequente geração de emporego e renda. “Isso só reforça o papel estratégico desse segmento, que representa 99% das empresas brasileiras e beneficia direta ou indiretamente 86 milhões de pessoas, quase 40% de toda a população”, frisa. “Não podemos perder de vista que as MPE têm sido responsáveis, nos últimos anos, por sete em cada 10 novos empregos gerados no País”, complementa.

Da Redação do Portal Dedução

Links Úteis