Tech Recruiters enfrentam desafio para contratar talentos de tecnologia

Profissionais especializados têm que se empenhar cada dia mais para conseguirem atrair e reter profissionais qualificados na área; confira os principais entraves na contratação dos profissionais tech

Estudos recentes apontam que as vagas mais difíceis de serem preenchidas são as da área de tecnologia e, ao mesmo tempo, são essas oportunidades também as que se multiplicam no mercado. Segundo a pesquisa Global Talent Crunch, realizada pela Korn Ferry, a escassez de talentos tech pode gerar 85 milhões de empregos não preenchidos e cerca de US$ 8,5 trilhões em receitas não realizadas, se as vagas permanecerem em aberto até 2030.

Esses são grandes desafios para os tech recruiters, profissionais graduados em Administração, Gestão de Recursos Humanos ou Psicologia com especialização em recrutamento e seleção de talentos de tecnologia. Eles lidam diariamente com a dificuldade para encontrar os candidatos ideais para atender com sucesso a demanda e a expectativa dos gestores de TI e, consequentemente, garantir a geração de receita das empresas.

As dificuldades na rotina desses profissionais são diversas, sendo as principais:

Competição acirrada

O leque de oportunidades para profissionais de tecnologia é vasto e, com a possibilidade do modelo de trabalho remoto, a competição passou a contar com propostas internacionais que oferecem salários em dólar. Para vencer a disputa e se tornar uma empresa desejada pelos profissionais de TI, as empresas passaram a oferecer salários cada vez mais competitivos e muitos benefícios, além de investir em employer branding (os atributos que a empresa tem como empregadora).

O tech recruiter precisa estar atualizado com as práticas e ofertas do mercado para conseguir desenhar e oferecer vagas competitivas para sua própria empresa. Além disso, precisa saber vender as oportunidades de forma criativa e eficaz para driblar a concorrência.

Escassez de profissionais no mercado

Uma consequência gerada pela alta competitividade, a escassez dos profissionais de tecnologia torna o trabalho dos tech recruiters muito mais cansativo. Não é fácil encontrar talentos disponíveis para preencher vagas e se o profissional não contar com estratégias certeiras, o tempo para efetuar uma contratação fica muito longo, o que pode impactar no desempenho financeiro da empresa, já que, ela deixa de gerar receita com projetos parados.

Conhecimento técnico em TI

Outro grande desafio do profissional responsável pela contratação de talentos tech é o conhecimento técnico que ele precisa dominar na área de tecnologia, mesmo não tendo essa formação acadêmica. O entendimento de termos e nomes específicos, linguagens, ferramentas, funções e objetivos que fogem ao universo comum da grande maioria das vagas é necessário para que eles possam entender a demanda solicitada pelos gestores de TI e também realizar as entrevistas e avaliar as competências dos candidatos.

Como vencer os desafios na contratação de talentos tech?

Segundo a especialista e profissional da área de recrutamento em TI Daniela Santos, “ser um tech recruiter não é sobre tudo que você sabe, mas sim sobre tudo que você é capaz de aprender”. A profissional destaca a importância de se investir em constante conhecimento, desenvolver e aperfeiçoar o senso crítico e ampliar o networking, e recomenda a participação em eventos e mentorias específicas para a área.

“Atualmente podemos encontrar muito conteúdo, cursos, ferramentas e eventos de qualidade destinados exclusivamente a tech recruiters. Usar essas oportunidades para adquirir conhecimento é uma ótima opção para quem almeja crescer na carreira”, enfatiza Daniela.

Eventos

Uma oportunidade online e 100% gratuita é o RH Tech Experience, que acontecerá no próximo dia 28, às 19h, e revelará as 7 habilidades que o DNA de Tech Recruiter de sucesso precisa ter. O evento trará também a lista dos Top Tech Recruiters Influencers 2022, para que os profissionais da área saibam quem são as referências e produtores de conteúdo que podem servir de inspiração para evolução na carreira. Para participar, basta se inscrever aqui.

Iglá Generoso, o CEO & Founder da DIO, a maior plataforma tech da América Latina que conta com mais de 900 mil profissionais de tecnologia e já conectou milhares de talentos à Big Techs como Philips, iFood, Inter, Volkswagen Digital Solution, GFT, Avanade, entre outras, destaca outra dica para driblar as dificuldades da área: desenvolver as habilidades estratégicas que ajudem no dia a dia do tech recruiter. “Nós temos contato diário com profissionais responsáveis pelas contratações de talentos de tecnologia das mais inovadoras empresas do mundo e vivemos na pele, junto a eles, os desafios da contratação tech, sempre trazendo soluções para facilitar esse processo. Por isso, criamos uma comunidade de Tech Recruiters com o objetivo de gerar conteúdo relevante, troca de experiências e soluções que contribuam com a evolução de suas carreiras. O Rh Tech Experience é uma das iniciativas dessa grande comunidade”, destaca o executivo.

Ferramentas

Além de investir em formação e atualização, o profissional e as empresas que pretendem se destacar, precisam também contar com estratégias efetivas que facilitem a busca dos profissionais no mercado para tornar a procura escalável. Uma alternativa é contar com ferramentas que disponibilizam ranking de profissionais de tecnologia já selecionados e qualificados, em timing de contratação, agilizando o recrutamento, além de tornar o investimento previsível. Um exemplo é a ferramenta Talent Match.

Employer branding

Grandes Big Techs Globais, como o Inter, já utilizam soluções como essa para melhorar o processo de recrutamento e seleção de profissionais de tecnologia. Segundo a Gerente de People, Graziele Sá, a parceria com a DIO foi uma estratégia certeira para fortalecer a marca empregadora e promover vários ganhos. “O primeiro deles foi trazer profissionais para fazer parte do nosso time, o segundo impactar as carreiras das pessoas para que elas pudessem trabalhar em outras organizações e empresas de tecnologia, a terceira projetar o Inter em todo o território nacional, não só como uma empresa de tecnologia, mas também como uma empresa que gera oportunidades para as pessoas trilharem seus caminhos e aplicarem seus aprendizados”, explica.

“Em uma área nova em que a demanda é cada vez maior, investir em conhecimento e procurar novas soluções e ferramentas para evoluir na carreira é o segredo para o sucesso”, finaliza a executiva.

Links Úteis