Grupo de trabalho da reforma tributária deixa representantes comerciais fora das profissões com benefícios

Decisão foi considerada injusta pelos conselhos que representam a categoria em todo o Brasil

Autor: Bruno Spada

O Conselho Federal dos Representantes Comerciais – Confere e o Core-PR consideram injusta a não contemplação dos Representantes Comerciais entre as diversas profissões que terão o benefício da redução de 30% na alíquota do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e da Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS). Este benefício está previsto no artigo 122 do texto do substitutivo ao PLP 68/2024 que institui impostos na Reforma Tributária apresentado nesta quinta-feira, 4 de julho, pelo grupo de trabalho da Câmara dos Deputados.

Em nota, o Conselho Federal dos Representantes Comerciais – Confere e o Core-PR afirmam que: A profissão de Representante Comercial é uma das mais antigas e vitais para a economia brasileira, sendo responsável por aproximadamente 30% de todos os negócios realizados no Brasil. A pandemia deixou ainda mais evidente a importância da categoria para o País, em que foram essenciais para manter a economia funcionando, especialmente nos setores alimentício e médico-hospitalar, assegurando o abastecimento e evitando um caos social.

Links Úteis

Indicadores diários

Compra Venda
Dólar Americano/Real Brasileiro 5.5851 5.5861
Euro/Real Brasileiro 6.0259 6.0759
Atualizado em: 24/07/2024 00:31

Indicadores de inflação

04/2024 05/2024 06/2024
IGP-DI 0,72% 0,87% 0,50%
IGP-M 0,31% 0,89% 0,81%
INCC-DI 0,52% 0,86% 0,71%
INPC (IBGE) 0,37% 0,46% 0,25%
IPC (FIPE) 0,33% 0,09% 0,26%
IPC (FGV) 0,42% 0,53% 0,22%
IPCA (IBGE) 0,38% 0,46% 0,21%
IPCA-E (IBGE) 0,21% 0,44% 0,39%
IVAR (FGV) 1,40% 0,21% 0,61%